O Samba-enredo da Portela e a representatividade negra no Brasil

Publicado em

No próximo desfile do carnaval do Rio de Janeiro, em 2023, a escola de samba Portela sairá com o enredo “O azul que vem do infinito”. No ano em que a escola vai comemorar seu centenário,  a Velha Guarda contará a história do seu legado a partir do olhar de cinco personagens, que, em seus períodos de vida e protagonismo na Portela e no carnaval, contemplam a história da escola. 

Com muito ritmo e poesia, a letra conta como os três compositores – Paulo da Portela, Antônio Caetano e Antônio Rufino – fundaram a Portela, em Oswaldo Cruz, no Vale do Rio das Pedras, na década de 1920. Período em que a região recebia pessoas menos favorecidas, muitas delas ex-escravos, e também moradores do centro da cidade, que trouxeram com eles o samba. O trio elevou o ritmo a um nível importante da cultura popular, misturando os santos da cristandade e os deuses afro-brasileiros.

Para Marcelo Guedes, professor da ESPM, escola com foco na indústria criativa, a Portela tem um papel fundamental na resistência do movimento negro no Brasil. “É impossível não associar a escola à valorização da zona norte do Rio e do negro, mostrando pela primeira vez uma das atividades culturais mais bonitas do país, o samba.” 

De fato, a escola Azul e Branca foi a primeira a apresentar fantasias, alegorias e sambas-enredos representativos e, durante décadas, foi responsável por desempenhar um papel importante na vida cultural da cidade. Firmou grandes compositores do samba como Aniceto José de Andrade (Ancieto da Portela), José Augusto de Andrade (Mijinha), Paulinho da Viola, entre outros, além de instrumentistas como Jair do Cavaquinho e Jorge do Violão.  “A escola de samba é um instrumento de revelação e divulgação de talentos da cultura brasileira e que a sociedade valoriza”, diz Guedes. “Se o Dia da Consciência Negra é uma reflexão sobre a influência do povo africano na formação cultural do país, há 100 anos a Portela é coadjuvante nessa batalha".

Fonte: Marcelo Guedes, coordenador do curso de Administração da ESPM e especialista em Carnaval.

Comentários

1 Comentários

  1. The only thing you need to|you Direct CNC must} do is to create a free account at CGTrader. Read this information for a listing of internet sites} that offer free STL recordsdata for 3D printing. In an effort to help make your process extra environment friendly, we want to provide recommendations for exporting a excessive resolution STL file out of your CAD software for 3D printing. Failing to take action can cause several of} points together with faceting or simplification of curved geometry as seen below. If you're a fervent supporter of the open-source 3D printing motion, that is the place to be. Because none other than the RepRap Project’s creator, Adrian Bowyer, sits on the board of directors.

    ResponderExcluir